SUPORTE SUSTENTAÇÃO CFOA AÉREO – SSCOA DIELÉTRICO TIPO FDS – TAMPA 2 PARAFUSOS

COMPONENTES DO PRODUTO: SUPORTE DE SUSTENTAÇÃO PARA CFOA – FDS 2 PAR TAMPA: injetada em material Plástico Polipropileno “PP” (com a gravação frontal do Logo da Presley e Lote Fabril), na versão de projeto com 2 furos, para a passagem de 2 Parafusos de Fixação, visando o atendimento de 1 CFOA. CORPO: injetado em material plástico Polipropileno “PP” equipado com uma rosca traseira, para o rosqueamento do Parafuso PCA M 12 X 35, com 2 PORCAS sextavadas, bem como de um leito interno para a acomodação do Inserto Bi Partido. INSERTO BI-PARTIDO injeto em “PVC” (shore 45 A) para a fixação de 1 CFOA com abrangência de diâmetros de 11,0 a 19,0 mm. PARAFUSOS DE FIXAÇÃO fabricados em Aço ABNT com tratamento de Zincagem Branca, apresentam cabeça tipo sextavada (utiliza chave canhão nº 10). SUPORTE DE BAP fabricado em Aço ABNT, apresenta 1 rasgo no centro, para a passagem do Parafuso PCA M12 X 35, bem como de 2 rasgos oblongos laterais, para passagem de 1 BAP Braçadeira Ajustável para Poste. PARAFUSO PCA M 12 X 35 fabricado em Aço ABNT com tratamento de zinco por imersão a quente. NOTA: Ferragem (PARAFUSO PCA M 12 X 35 + SUPORTE DE BAP) apresenta tratamento (peso e espessura da camada de zinco) conforme ABNT.
INÍCIO DA OPERAÇÃO DE APLICAÇÃO DO PRODUTO: Produto entregue montado (CORPO e TAMPA) fixado ao SUPORTE DE BAP através do PARAFUSO PCA M12 X 35. Artífice separa TAMPA do CORPO e remove a parte superior do Inserto Bi-Partido. Em seguida, efetua passagem da BAP pelos 2 rasgos oblongos laterais do SUPORTE PARA BAP. Em seguida acomoda conjunto ao poste e realiza o travamento através da aplicação do Parafuso Regulador da BAP (com Chave de Boca);

O Artífice acomoda o CFOA (respeitando-se a faixa de diâmetro externo do CFOA) no leito do INSERTO BI-PARTIDO. O leito apresenta saliências para proporcionar uma melhor adesão, a superfície externa do CFOA. Logo após isto o Artífice monta a parte superior do INSERTO BI-PARTIDO sobre a superfície do CFOA, e aplica a TAMPA ao CORPO, de forma que os 2 orifícios da TAMPA, estejam alinhados com as 2 porcas existentes no CORPO. Para fixação dos PARAFUSOS, deve ser utilizada chave Canhão nº 10.
NOTA: A operação de travamento e fechamento do conjunto, deve ser realizada sempre em forma de ‘X”, distribuindo-se a força de torque alternado, entre os 2 PARAFUSOS, até que o travamento total ocorra;

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUPORTE DE SUSTENTAÇÃO CFOA AÉREO – SSCOA
SUPORTE DIELÉTRICO TIPO “FDS”

FOTO – SUPORTE DIELÉTTRICO – FDS
INSERTO MODELO DUPLO – 2 CFOA

​FOTO – SUPORTE DIELÉTTRICO – FDS
INSERTO MODELO SIMPLES – 1 CFOA

VISTA SUPERIOR
SUPORTE DIELÉTRICO FDS
INSERTO MODELO SIMPLES
1 CFOA

VISTA SUPERIOR

SUPORTE DIELÉTRICO FDS

INSERTO MODELO DUPLO

2 CFOA

ILUSTRAÇÃO
VISTA LATERAL
SUPORTE DIELÉTRICO FDS

ILUSTRAÇÃO
VISTA LATERAL
ÁREA DE FIXAÇÃO DO PARAFUSO PCA

ILUSTRAÇÃO

VISTAS LATERAL E SUPERIOR

PARAFUSO SEXTAVADO FLANGEADO

ILUSTRAÇÃO

VISTAS LATERAL E SUPERIOR

PORCA SEXTAVADA

VISTA LATERAL
INSERTO DE BORRACHA
Modelo “1”
(Entre 5,0 e 8,0 mm;)

VISTA SUPERIOR

INSERTO DE BORRACHA

Modelo “1”

(Entre 5,0 e 8,0 mm;)

VISTA LATERAL
INSERTO DE BORRACHA
Modelo “2”
(Entre 8,0 e 11,0 mm;)

VISTA SUPERIOR

INSERTO DE BORRACHA

Modelo “2”
(Entre 8,0 e 11,0 mm;)

VISTA LATERAL
INSERTO DE BORRACHA
Modelo “3”
(Entre 11,0 e 19,0 mm;)

VISTA SUPERIOR

INSERTO DE BORRACHA

Modelo “3”
(Entre 11,0 e 19,0 mm;)

VISTA LATERAL
INSERTO DE BORRACHA
Modelo “4”
(Entre 16,0 e 19,0 mm;)

VISTA SUPERIOR

INSERTO DE BORRACHA

Modelo “4”
(Entre 16,0 e 19,0 mm;)

VISTA LATERAL
INSERTO DE BORRACHA
Modelo “5”
DUPLO HORIZONTAL
(Entre 8,0 e 14,0 mm;)

(Entre 11,0 e 19,0 mm;)

VISTA SUPERIOR

INSERTO DE BORRACHA

Modelo “5”
DUPLO HORIZONTAL
(Entre 8,0 e 14,0 mm;)

(Entre 11,0 e 19,0 mm;)

VISTA LATERAL
INSERTO DE BORRACHA
Modelo “6”
DUPLO VERTICAL

(Entre 8,0 e 11,0 mm;)
(Entre 8,0 e 11,0 mm;)

VISTA SUPERIOR

INSERTO DE BORRACHA

Modelo “6”

DUPLO VERTICAL

(Entre 8,0 e 11,0 mm;)
(Entre 8,0 e 11,0 mm;)

VISTA LATERAL
PARAFUSO PCA M12,0 X 35,0

VISTA INFERIOR
PARAFUSO PCA M 12,0 X 35,0

VISTAS: LATERAL / SUPERIOR E FRONTAL
SUPORTE PARA BAP

1 – APLICAÇÃO:
1.1 – Produto desenvolvido de forma a proporcionar a aplicação e a sustentação de até 2 CFOA aéreos, em vãos máximos de 200,0 metros, para diâmetros de CFOA; conforme abaixo:
1.1.1 – Modelo Simples (para aplicação de 1 CFOA): entre 5,0 e 19,0 mm;
1.1.2 – Modelo Duplo (para aplicação de 2 CFOA): entre 8,0 a 14,0 mm; e entre 11,0 a 19,0 mm;
1.2 – Desenvolvido de forma a proporcionar;
1.2.1 – Resistência á Tração de Carga (horizontal e vertical);
1.2.2 – Resistência á Tensão Axial (1 CFOA ou 2CFOA), sem apresentar escorregamento;
1.2.3 – Exposição á ação de agentes ofensores (radiação solar, vento, chuva, agentes químicos);

2 – MONTAGEM E FORMAÇÃO / MATERIAL:
2.1 – BASE: Fabricada em material polimérico “Polipropileno” (PP); nas cores preta ou azul, com um
dispositivo lateral, contendo uma rosca plástica interna, para a fixação do parafuso tipo PCA M12 pertencente ao Suporte para BAP. Apresenta uma cavidade central tipo “fêmea” para a fixação do Inserto de Borracha. Apresenta 2 modelos alternativos;
2.1.1 – Equipada com “2” porcas internas fixadas nas extremidades superiores da Base, dispostas (forma transversal, para utilização do Inserto de Borracha Modelo Simples, com acesso para 1 CFOA (Modelos de 1 a 4);
2.1.2 – Equipada com “4” porcas internas, fixadas em todas as extremidades superiores da Base, para utilização do Inserto de Borracha Modelo Duplo com acessos para 2 CFOA (Modelos de 5 e 6);
2.2 – TAMPA: Fabricada em material Polimérico “Polipropileno” (PP); nas cores preta / azul, contendo uma cavidade central tipo “macho” para fixação do Inserto de Borracha. Apresenta dois modelos:
2.2.1 – Equipada com “2” orifícios dispostos (forma transversal) nas extremidades laterais da Tampa, para passagem de “2” parafusos de fixação à Base. Indicada para utilização de Inserto de Borracha para 1 CFOA (Modelos de 1 à 4);
2.2.2 – Equipada com “4” orifícios dispostos em todas as extremidades laterais da Tampa, para passagem de “4” parafusos de fixação à Base. Indicada para utilização de Inserto de Borracha para “2” CFOA (Modelos 5 e 6);
2.3 – INSERTO OU MIOLO: Fabricado em material Elastomérico, com dureza Shore 45 ± 5; na cor preta. Apresenta flexibilidade, projetado para a fixação / acomodação de CFOA, (modelos);
2.3.1 – MODELOS DE INSERTOS UTILIZADOS COM SUPORTE FDS “2” PARAFUSOS
2.3.1.1- Modelo “1” equipado com 1 acesso para CFOA, com intervalo de aplicação entre 5,0 e 8,0 mm;
2.3.1.2 – Modelo “2” equipado com 1 acesso para CFOA, com intervalo de aplicação entre 8,0 e 11,0 mm;
2.3.1.3 – Modelo “3” equipado com 1 acesso para CFOA, com intervalo de aplicação entre 11,0 e 19,0 mm;
2.3.1.4 – Modelo “4” equipado com 1 acesso para CFOA, com intervalo de aplicação entre 16,0 e 19,0 mm;
2.3.2 – MODELOS DE INSERTOS UTILIZADOS COM SUPORTE FDS “4” PARAFUSOS
2.3.2.1 – Modelo “5” equipado com 2 acessos (horizontais) para CFOA, com intervalos de aplicação
entre entre 8,0 e 14,0 mm; e entre 11,0 e 19,0 mm;
2.3.2.2 – Modelo “6” equipado com 2 acessos (verticais) para CFOA, com intervalos de aplicação
entre 8,0 e 11,0 mm; e entre 8,0 e 11,0 mm;
2.4 – PORCA INTERNA: Tipo Sextavada, fabricada em aço ABNT, com tratamento zincado á branco;
2.5 – PARAFUSO DE FIXAÇÃO: Tipo Sextavado Flangeado, fabricado em aço ABNT (Tratamento
zincado á branco, trivalente;
2.6 – PARAFUSO PCA: Fabricada em aço ABNT 1010, com tratamento zincagem por imersão quente
suportando no mínimo 4 imersões de 1 minuto cada, sem que ocorra a sedimentação do metal base, (Ensaio de Uniformidade da Camada de Zinco);
2.7 – SUPORTE PARA BAP: Fabricado em aço ABNT 1010, (tratamento) de zincagem por imersão
a quente, suportando no mínimo 4 imersões de 1 minuto cada, sem ocorrer sedimentação do metal
do base (Ensaio de Uniformidade da Camada de Zinco);

3 – DIMENSIONAL:

3.1 – VISTA SUPERIOR – SUPORTE FDS (BASE/TAMPA) TIPO “2” PARAFUSOS

3.1.1 – Dimensional: 74,5 ± 0,3 mm;

3.1.2 – Dimensional: 82,5 ± 0,3 mm;

3.1.3 – Dimensional: 91,0 ± 0,3 mm;

3.1.4 – Dimensional: 16,3 ± 0,3 mm;

3.1.5 – Diâmetro: 48,5 ± 0,3 mm;

3.3.8 – Diâmetro: 12,1 ± 0,1 mm;

3.3.10 – Sextavado: 9,8 ± 0,1 mm;

3.1 – VISTA SUPERIOR – SUPORTE FDS (BASE/TAMPA) TIPO “4” PARAFUSOS

3.1.1 – Dimensional: 74,5 ± 0,3 mm;

3.1.2 – Dimensional: 82,5 ± 0,3 mm;

3.1.3 – Dimensional: 91,0 ± 0,3 mm;

3.1.4 – Dimensional: 16,3 ± 0,3 mm;

3.1.5 – Diâmetro: 48,5 ± 0,3 mm;

3.3.8 – Diâmetro: 12,1 ± 0,1 mm;

3.3.10 – Sextavado: 9,8 ± 0,1 mm;

3.1 – VISTA LATERAL- SUPORTE FDS (BASE/TAMPA);

3.1.1 – Dimensional: 74,5 ± 0,3 mm;

3.1.4 – Dimensional: 16,3 ± 0,3 mm;

3.1.5 – Diâmetro: 48,5 ± 0,3 mm;

3.1.6 – Dimensional: 13,3 ± 0,3 mm;

3 1.7 – Dimensional: 65,5 ± 0,3 mm;

3.1.8 – Dimensional: 20,0 ± 0,3 mm

3.1.9 – Dimensional: 52,0 ± 0,3 mm;

3.1 – VISTA LATERAL – ÁREA DE FIXAÇÃO DO PARAFUSO PCA

3.1.10 – Dimensional: 16,0 ± 0,5 mm;

3.1.11 – Dimensional: 6,5 ± 0,5 mm;

3.1.12 – Rosca: Tipo M 12;

3.1.13 – Dimensional: 33,0 ± 1,0 mm;

3.2 – VISTAS LATERAL E SUPERIOR – INSERTO SIMPLES PARA 1 CFOA (MODELO 1)

3.2.1 – Diâmetro: 42,0 ± 0,5 mm;

3.2.2 – Diâmetro: 5,0 a 8,0 mm;

3.2.9 – Diâmetro: 33,0 ± 0,5 mm;

3.2.10 – Dimensional: 82,5 ± 0,3 mm;

3.2.11 – Dimensional: 19,0 ± 0,3 mm;

3.2 – VISTAS LATERAL E SUPERIOR – INSERTO SIMPLES PARA 1 CFOA (MODELO 2)

3.2.1 – Diâmetro: 42,0 ± 0,5 mm;

3.2.3 – Diâmetro: 8,0 a 11,0 mm;

3.2.9 – Diâmetro: 33,0 ± 0,5 mm;

3.2.10 – Dimensional: 82,5 ± 0,3 mm;

3.2.11 – Dimensional: 19,0 ± 0,3 mm;

3.2 – VISTAS LATERAL E SUPERIOR – INSERTO SIMPLES PARA 1 CFOA (MODELO 3)

3.2.1 – Diâmetro: 42,0 ± 0,5 mm;

3.2.4 – Diâmetro: 11,0 a 19,0 mm;

3.2.9 – Diâmetro: 33,0 ± 0,5 mm;

3.2.10 – Dimensional: 82,5 ± 0,3 mm;

3.2.11 – Dimensional: 19,0 ± 0,3 mm;

3.2 – VISTAS LATERAL E SUPERIOR – INSERTO SIMPLES PARA 1 CFOA (MODELO 4)

3.2.1 – Diâmetro: 42,0 ± 0,5 mm;

3.2.5 – Diâmetro: 16,0 a 19,0 mm;

3.2.9 – Diâmetro: 33,0 ± 0,5 mm;

3.2.10 – Dimensional: 82,5 ± 0,3 mm;

3.2.11 – Dimensional: 9,0 ± 0,3 mm;

3.2 – VISTAS LATERAL E SUPERIOR – INSERTO DUPLO “H” PARA 2 CFOA (MODELO 5)

3.2.1 – Diâmetro: 42,0 ± 0,5 mm;

3.2.6 – Diâmetro: 8,0 a 14,0 mm;

3.2.7 – Diâmetro: 11,0 a 19,0 mm;

3.2.9 – Diâmetro: 33,0 ± 0,5 mm;

3.2.10 – Dimensional: 82,5 ± 0,3 mm;

3.2.11 – Dimensional: 9,0 ± 0,3 mm;

3.2 – VISTAS LATERAL E SUPERIOR – INSERTO DUPLO “V” PARA 2 CFOA (MODELO 6)

3.2.1 – Diâmetro: 42,0 ± 0,5 mm;

3.2.8 – Diâmetro: 8,0 a 11,0 mm;

3.2.9 – Diâmetro: 33,0 ± 0,5 mm;

3.2.10 – Dimensional: 82,5 ± 0,3 mm;

3.2.11 – Dimensional: 19,0 ± 0,3 mm;

3.3 – VISTAS LATERAL E SUPERIOR – PARAFUSO DE FIXAÇÃO:

3.3.1 – Dimensional: 43,0 ± 0,3mm;

3.3.2 – Dimensional: 22,8 ± 0,3 mm;

3.3.3 – Dimensional: 15,5 ± 0,3 mm;

3.3.4 – Altura: 3,9 ± 0,1 mm;

3.3.5 – Espessura: 1,2 ± 0,2 mm;

3.3.6 – Rosca: 6,15 ± 0,1 mm;

3.3.7 – Dimensional: 11,0 ± 0,2 mm;

3.3.8 – Diâmetro: 12,1 ± 0,2 mm;

3.3.9 – Dimensional: 9,8 ± 0,2 mm; (Chave Tipo 10);

3.3 – VISTAS LATERAL E SUPERIOR – PORCA SEXTAVADA:

3.3.10 – Dimensional: 11,0 ± 0,2 mm;

3.3.11 – Altura: 5,50 ± 0,1 mm;

3.3.12 – Dimensional: 12,5 ± 0,2 mm;

3.3.13 – Rosca: Tipo M6;

3.4 – VISTAS LATERAL E INFERIOR – PARAFUSO TIPO PCA:

3.4.1 – Dimensional: 41,0 ± 0,5 mm;

3.4.2 – Dimensional: 30,0 ± 0,5 mm;

3.4.3 – Dimensional: 6,0 ± 0,5 mm;

3.4.4 – Dimensional: 4,0 ± 0,5 mm;

3.4.5 – Diâmetro: 24,0 ± 0,5 mm;

3.4.6 – Rosca: 11,7 ± 0,3 mm;

3.4.7 – Dimensional: 12,5 ± 0,5 mm;

3.5 – VISTAS LATERAL, SUPERIOR E FRONTAL – SUPORTE PARA BAP;

3.5.1 – Dimensional: 135,0 ± 2,0 mm;

3.5.2 – Dimensional: 75,0 ± 2,0 mm;

3.5.3 – Dimensional: 14,0 ± 0,5 mm;

3.5.4 – Espessura: 3,0 ± 0,5 mm;

3.5.5 – Dimensional: 32,5 ± 0,5 mm;

3.5.6 – Altura: 35,0 ± 1,0 mm;

3.5.7 – Altura: 20,0 ± 2,0 mm;

3.5.8 – Dimensional: 5,5 ± 0,5 mm;

3.5.9 – Ângulo: 20,0 ± 1,0 º

3.5.10 – Dimensional: 44,0 ± 1,0 mm;

4 – ACABAMENTO:

4.1 – Todos os materiais poliméricos que compõe o produto, apresentam aspecto isentos de rebarbas,

trincas, rachaduras, fissuras, empenos ou quaisquer outras deformações ou imperfeições que

comprometam a sua aplicação ou utilização na planta;

4.2 – Todos os materiais metálicos que compõe o produto, apresentam aspecto livre de empenos,

falhas, excessos no tratamento, amassamentos ou quaisquer outras imperfeições ou deformações

que venham a comprometer a sua aplicação ou utilização na planta;

5 – IDENTIFICAÇÃO:

5.1 – Sobre a superfície da TAMPA do produto, se encontram gravados, de forma legível e indelével,

os dados abaixo:

5.1.1 – Fabricante: Presley / PRL;

5.1.2 – Data / Lote de Fabricação:

5.2 – Sobre a superfície e na lateral do Suporte para “BAP”, se encontram gravados, de forma legível

e indelével, os dados abaixo:

5.2.1 – Fabricante: Presley / PRL;

5.2.2 – Data / Lote de Fabricação:

5.3 – Sobre a superfície da parte bi-partida, e na parte traseira do Inserto, se encontram gravados, de

forma legível e indelével, os dados abaixo:

5.3.1 – Fabricante: Presley / PRL;

5.3.2 – Diâmetros de abrangência dos CFOA;

6 – EMBALAGEM:

6.1 – Produto acondicionado em caixa de papelão, de forma à proporcionar resistência mecânica ao

mesmo, em condições de transporte e armazenamento, contendo 25 unidades. A parte externa do

acondicionamento, apresenta 2 etiquetas adesivas externas, contendo os dados abaixo:

ETIQUETA DO PRODUTO

6.1.1 – Nome ou Logomarca do Fabricante: Presley;

6.1.2 – Designação do Produto;

6.1.3 – Código do Produto:

6.1.4 – Lote de Fabricação:

6.1.5 – Quantidade:

6.1.6 – Pesos Bruto e Líquido;

6.1.7 – Pedido de Compra;

6.1.8 – Número do Contrato;

6.1.9 – Número da Nota Fiscal;

6.1.10 – Empilhamento Máximo;

ETIQUETA DO FORNECIMENTO

6.1.11 – Nome ou Logomarca do Fabricante: Presley;

6.1.12 – Designação do Produto;

6.1.13 – Nome do Cliente:

6.1.14 – Quantidade;

6.1.15 – Número da Nota Fiscal;

7 – REFERÊNCIAS:

7.1 – Especificação Técnica OI ESP 032 – Revisão 6 – 11/11/2017 – Suporte de Sustentação para Cabo

Óptico Aéreo – SSCOA;

7.2 – Relatório Ensaio CPqD. PD.12.AT.ENS.3200A.RE.01.AA – Fornecedor Presley Light – 09/2010

Suporte de Sustentação para Cabos Ópticos Aéreos – “SSCOA” – Qualificação OI Telecom;

7.3 – Relatório de Ensaio SP.RQ.0126.104 (DT.DTX-BR) Em. 01 – Janeiro 2002 – Suporte para Cabo

Óptico Aéreo – Modelo FDS-P – Fornecedor Presley Light – Qualificação Técnica – Telefônica;

7.4 – Especificação Técnica VIVO – Desenho DTC 268 – Emissão 02 – 06/2013 – Suporte Dielétrico;

Baixe o nosso catalogo
Abrir conversa
Precisa de ajuda?